sexta-feira, 27 de julho de 2012

Uma fonte de inteligencia


Quando era menor achava que um dia ainda iria voar, voar como borboletas. Iria voar pelo mundo inteiro e ver coisas extraordinárias, e ainda por cima ser linda. Mas com o tempo aprendi que isso não seria possivel, voar como borbotetas mas voar de outro jeito.
Acho que voo todos os dias, em quarquer momento. Só basta fechar os olhos ou simplismente se desligar do mundo e simplesmente voar. Acho quem não tem imaginação é uma pessoa castigada, por que sem a imaginação não teríamos nada e não seriamos nada.
Acho que a imaginação é o centro do homem, uma fonte de inteligencia.